Acompanhe:

(85) 3044.4748 | contato@rodrigopimenta.med.br

CIR. PLÁSTICAS REPARADORAS >

TRAUMAS E QUEIMADURAS
+ -
 

Saber a que tipo de profissional recorrer em um caso de acidente pode ser um diferencial na hora de abordar as lesões sofridas pelo corpo humano. Isso se refere tanto para o tratamento inicial, como para a correção das sequelas dos traumas e queimaduras.

Traumas com perda de tecido

No mundo cada vez mais tecnológico, passamos a andar em carros e motos cada vez mais velozes o que torna os ferimentos de acidentes de trânsito cada vez mais graves. Esses traumas, de grande energia, podem ocasionar a perda de parte da pele, gordura e músculos além de fraturas cada vez mais complexas.

Cirurgia Plástica para traumas - Dr. Rodrigo Pimenta

Ferimentos extensos e que não permitem que a pele seja suturada (fechada) nas suas bordas necessitam de um tratamento diferenciado. A cirurgia plástica tem papel fundamental na abordagem dessas lesões através de enxertos e retalhos.

A avaliação, orientação e conduta do cirurgião plástico são fundamentais nesse momento e no acompanhamento desses casos.

Queimaduras

A maior parte dos casos de queimadura ocorre no interior das nossas casas. Agentes elétricos (tomadas com problemas, curto-circuitos) e agentes físicos (líquidos quentes, panelas) são os mais prevalentes. A maioria poderia ser evitada com medidas preventivas.

Na hora do acidente, muitas vezes seguindo a orientação de quem está próximo. As pessoas acabam jogando o que está ao alcance das mão sobre a área queimada. Produtos como manteiga, café e pasta de dente não ajudam em nada. Pelo contrário, essa conduta aumenta os riscos de infecção da área acometida.

As queimaduras podem ser classificadas de acordo com os seguintes parâmetros:

→ Agentes causadores:
Elétricos: eletricidade, tomadas, raios.
Térmicos: frio e calor.
Químicos: baterias de carros, soda cáustica, álcool.

→ Profundidade.

Graus (profundidade) de uma queimadura - Dr. Rodrigo Pimenta

TRATAMENTO

Sempre que houver uma queimadura é importantíssimo lavar a região afetada com água corrente. As queimaduras de primeiro grau podem ser tratadas com boa hidratação da pele e com a utilização de curativos se houver necessidade.

Para lesões mais profundas, é importante a avaliação com profissional habilitado para checar a necessidade de limpeza cirúrgica ou outros procedimentos como o uso de enxertos de pele.

Na fase crônica (seqüelas de queimaduras), tratamentos dermatológicos mais agressivos e cirurgias como liberação de bridas (aderências) e o uso de expansores de pele podem ser necessárias.

ATENDIMENTO MULTIPROFISSIONAL

Baixa autoestima, limitação de movimento de alguma parte do corpo, cicatrizes extensas e de qualidade ruim e isolamento social podem ser alguns dos problemas a serem enfrentados.

Daí a importância de se ter vários profissionais no atendimento a esse tipo de paciente (enfermagem, psicologia, terapia ocupacional, cirurgia plástica...).

Mais dúvidas?

Se quiser tirar suas dúvidas conosco sobre essa cirurgia plástica reparadora, teremos o maior prazer em responder através do Formulário de Contato.

Acesse o site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Traumas e queimaduras - Dr. Rodrigo Pimenta - Cirurgia Plástica em Fortaleza

GRAU DAS QUEIMADURAS

De acordo com a profundidade da lesão, as queimaduras são classificadas em três graus.

• Primeiro grau

Afeta a pele superficialmente e não deixa cicatrizes. Há vermelhidão, inchaço e dor no local. Possíveis causas: exposição prolongada ao sol sem proteção adequada.

Queimadura de primeiro grau - Dr. Rodrigo Pimenta

• Segundo Grau

Afeta mais profundamente a pele e pode deixar cicatrizes. Há formação de bolhas com conteúdo claro e espesso. Muito dolorosa. A pele pode ficar avermelhada ou branca rosada. Pode ser superficial ou profunda. Possíveis causas: contato com liquidos quentes (água fervente) ou superfícies aquecidas (ferro de passar, escapamento de moto).

Queimadura de segundo grau - Dr. Rodrigo Pimenta

• Terceiro Grau

É a mais grave das queimaduras. Afeta toda a espessura da pele. Há necrose (morte dos tecidos) e a região fica com coloração esbranquiçada. Não há dor. Possíveis causas: choque elétrico, raios.

Queimadura de terceiro grau - Dr. Rodrigo Pimenta

O QUE FAZER NA HORA DO ACIDENTE

• Retirar roupas ou tecidos que estejam cobrindo a área;
• Remover cordões ou anéis antes que o edema (inchaço) piore;
• Afastar o agente causador da queimadura;
• Lavar a região com água corrente fria lentamente e de forma contínua por vários minutos. Essa medida deixa a região mais limpa e alivia bastante a dor no local;
• Procurar pronto socorro e atendimento especializado.

O QUE NÃO FAZER

NÃO jogar nenhuma substância sobre a queimadura. Água corrente é suficiente.
NÃO furar as bolhas.
NÃO apertar e nem garrotear a região.

Av. Santos Dumont 5753 - salas 205 | 206 • Complexo São Mateus - Torre Office • Fortaleza - Ceará - Brasil
CLIQUE AQUI E ENCONTRE NO MAPA
+55 (85) 3044.4748 99917.1159  •   contato@rodrigopimenta.med.br
 
 
 

ATENDIMENTO DE URGÊNCIA / EMERGÊNCIA CIRURGIA PLÁSTICA

Unimed Hospital São Mateus

Dr. Rodrigo Pimenta CRM/CE 10.157 RQE 5784 Cirurgia Plástica © 2015. Todos os direitos reservados.

 

Av. Santos Dumont 5753 - salas 205 | 206
Complexo São Mateus - Torre Office
Fortaleza - Ceará - Brasil
Encontre no mapa

 

+55 (85) 3044.4748
               99917.1159
contato@rodrigopimenta.med.br Entre em contato conosco

 

Assine nossa newsletter e receba
semanalmente dicas de saúde.

 
 
 

ATENDIMENTO DE URGÊNCIA / EMERGÊNCIA CIRURGIA PLÁSTICA

Unimed Hospital São Mateus

Dr. Rodrigo Pimenta CRM/CE 10.157 RQE 5784 Cirurgia Plástica © 2015. Todos os direitos reservados.